Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

terça-feira, 15 de julho de 2008

PERIGO: Consumir Ovos caseiros é seguro?

...li que a Solange não aconselha os ovos caseiros para os Bebés. Porquê? Estava a fazer conta de dar ao meu filhote quando chegasse a altura os ovos das galinhas da minha mãe... Será que se souber que são mesmo frescos tem mal? É que posso saber com exactidão de que dia são (Mãmã C., filhote 4 meses)

A questão é muito, muito pertinente pois é obvio que todas as mães querem o melhor para os seus bébés, e se os ovos caseiros são os melhores porquê recorrer aos de aviário: a razão é simples, passo a explicar... Os ovos caseiros provêm de galinhas que não são controladas, ou seja, não lhes administram fármacos (permitidos por lei) que inibem o crescimento de determinadas bactérias...por outro lado, a Salmonella que é uma bactéria que vive naturalmente no intestino da galinha pode, através dos seus dejectos, contaminar os ovos quando atingem a sua casca porosa, contaminando de fora para dentro. É verdade que são muito mais ricos nutricionalmente pela excelente alimentação e qualidade de vida das galinhas, contra factos não há argumentos, mas também é verdade que é dificil evitar que as galinhas se sentem em cima dos ovos, para os chocar.
Assim, sugiro que sim senhora, recorra a este precioso recurso se tem possibilidade para isso MAS:
- Utilize-os apenas cozidos (eliminado assim qualquer risco microbiológico;
- Utilize-os bem frescos! Se um dia destes quiser deitar a gema na açorda envolvendo bem para ficar uma textura cremosa, então acho que devia usar os de aviário, mas sempre muito frescos porque os bébés são um grupo muito susceptível.

Dra. Solange Burri
Consultora em Alimentação

Leia também:

Sigam BabySol® nas Redes Sociais:



Email

Receba as actualizações do Portal BabySOL®:

Introduza o seu email:


2 comentários:

  1. É de facto uma questão muito pertinente, esta dos ovos caseiros versus industriais...

    A questão dos ovos caseiros prende-se de facto com a simples razão de que as galinhas comem tudo e mais alguma coisa... desde cocó, terra, milho, couve... enfim... o que se lhes aparecer à frente. Daí que a probabilidade de aparecer num ovo caseiro, mesmo de postura recente, a Salmonella é muuuuuuuuuuiiiiito elevada. Não é à toa que os centros avícolas são do mais controlado que há. Para além das análises que são efectuadas de tantos em tantos ovos, para verificar a ausência deste microrganismo.
    Nunca dei ao meu filho ovos caseiros sem ser bem cozinhados (ou seja cozidos durante mais de 10 minutos...).

    Podem dizer que antigamente isto não acontecia... de facto, os média não andavam em cima disto, as pessoas morriam sem se saber ao certo do que se tratava, quando alguém se sentia doente do estômago nunca íam ao hospital, passavam em vez disso 3 dias a comer sopinha branca...
    As intoxicações alimentares haviam, mas não eram divulgadas... e o publico agora está muito mais informado do que antigamente...
    Cumprimentos, Helena

    ResponderEliminar
  2. Treta e mais Treta
    Haverá melhor alimentação do que aquela proveniente de colheitas próprias? Haverá melhor carne do que aquela produzida em nossa casa com todo o cuidado de higiene e limpeza se qualquer tipo de adição de substância químicas? Veja-se o que as nossas televisões nos informam todos os dias:- ..... foram encontradas rações adulteradas nos aviários de ...... Asae encontrou substâncias proibidas nos aviários de...... etc etc... etc... etc...

    ResponderEliminar

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!