Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Açúcar - consumo excessivo nas crianças!

...li um post teu em que falavas do cereais e o seu açucar... e lembrei-me das bolachas maria...que são bem doces e temos o hábito de dar muito aos nossos filhotes..Não terão açucar demais? eu não dou muitas ao meu filho, aliás passa-se dias sem lhas dar, mas há que ele pede mal vê a embalagem. Esta pergunta porque o meu afilhado era muito mauzinho pra comer e no hospital Santa Maria as nutricionistas disseram pra juntar ao boião da fruta (que era a única coisa que ele comia) bolacha maria desfeita, porque ao menos assim alimentava-o... mas fiquei confusa com essa indicação porque os boiões já têm algum açúcar e mais as bolachas... (Mãmã M., filhote 2 anos)
Vamos lá ver se eu consigo explicar esta história do açucar que os pediatras teimam em contraindicar às mãmãs mas não explicam as suas razões:
1 - Grande parte dos alimentos que existem à venda, e no sentido de potenciar o seu sabor, contêm açucar (=sacarose, frutose, dextrose, xarope de milho, glucose, tudo formas que a indústria tem para disfarçar o assunto...), nomeadamente o pão de forma (!!), os enlatados de feijão (!!), as bebidas, os iogurtes, os leites melhorados, ou seja, qualquer pessoa que os ingira já está a consumir açucar sem o quantificar. Este facto leva a que, por isso só, nos habituemos ao paladar adocicado de alguns alimentos;
2 - Depois existe uma grande oferta de alimentos fáceis - cereais, barrinhas, croissants, bolachas, etc. que se usam como merendas e porque têm muita procura, têm preços muito atractivos, e portanto fácil acesso. Este facto leva a que determinados alimentos sejam ingeridos em detrimento de outros de maior valor nutritivo, nomeadamente a troca de um pacote de leite por um nectar (sumo "falsificado" com adição de açucar!), por exemplo. Quando este comportamento assume um hábito diário, a criança chegará à adolescência com carências de cálcio!
3 - Há uma enorme, enorme mesmo, oferta de bolachas, cereais, gomas, rebuçados que os miúdos teimam em comer, muitas vezes oferecidos por familiares próximos que querem mimar os meninos. O problema aqui é que, com a ingestão de açucar, são também ingeridos outras substâncias com efeito nefasto, nomeadamente gorduras trans e corantes, gelificantes, etc, aditivos que como se sabe são estudados em separado e cuja acção conjugada se prevê muito prejudicial;
4 - O consumo de açucar pode levar a casos de hiperactividade. E sabem porquê??? Porque, no metabolismo de absorção do açucar, esta via utiliza uma vitamina - B2, que é importantíssima para favorecer a irrigação cerebral, quando esta vitamina falta, por excesso de açucar, os miúdos ficam agitados, descontrolados ;
5 - O consumo de açucar provoca falta de apetite, resultando mais uma vez, uma ingestão insuficiente de alimentos de maior valor nutritivo, como seja a fruta, sopa, etc.
6 - A longo prazo, a habituação ao açucar leva ao consumo, várias vezes ao dia, de algo doce, o que sobrecarrega o pâncreas, levando precocemente ao aparecimento de diabetes tipo II, que normalmente aparece aos 40 anos porque o pâncreas se cansou de trabalhar. Vocês sabiam que actualmente aparecem casos de diabetes em crianças de 15 anos???? É urgente lutar pelas nossas crianças para, evitar casos de diabetes, obesidade, etc., no fundo problemas que afectarão a qualidade de vida deles.
7 - O consumo isolado de alimentos com açucar leva a picos de insulina rápidos no organismo que resulta numa saciedade que chega rápido (por isso sabe tão bem) e também passa rápido. A criança nunca se sente satisfeita, nunca. Então, respondendo à pergunta: "lembrei-me das bolachas maria...que são bem doces e temos o hábito de dar muito aos nossos filhotes..Não terão açucar demais?" Não, aliás são das bolachas aquelas que contêm menos açúcar e, muito importante, são dadas em simultâneo com outro alimento, neste caso fruta.
Moral da história, e por favor não se zanguem com o testamento, dêem açucar aos vossos meninos, de uma forma regrada e sempre, sempre, a seguir às refeições. Mas dêem. Eu acho importante encontrar o equilibrio porque temos que pensar que "o fruto proibido é o mais apetecido". Qualquer criança adora um docinho (nós também), mas sempre a seguir às refeições ou sempre em parceria com outro alimento, por exemplo leite, pois assim é menos absorvido e menos ingerido também.
Espero assim sensibilizar várias mãmãs para compreenderem as verdadeiras razões que estão por detrás das imposições pediátricas.
Deixo ficar este video esperando que contribua para sensibilizar para este problema que merece toda a nossa atenção...espero que gostem!



Dra. Solange Burri
Consultora em Alimentação
Leia também:

Siga BabySol® nas Redes Sociais:



Email

Receba as actualizações do Portal BabySOL®:

Introduza o seu email:


3 comentários:

  1. Solange, declaro-me sua fã!

    Obrigada por este precioso serviço público.

    votos de continuadas felicidades,
    Sónia

    ResponderEliminar
  2. Solange,

    Gostei muito desta tua explicação e fiquei a saber q eu enquanto semi-vegetariana tenho de ter cuidadinho com os açucares e a carencia de B12. Muito obrigada!

    Concordo a 100% com o teu discurso.
    Hoje em dia o normal é os miudos a comer bolicaus com sumos. Vejo às vezes bebes q ainda n têm 1 ano a comerem gelados e coisinhas doces pois os familiares acham tão giro a carinha deles, e a desculpa é sempre "É só um bocadinho...é só de vez em quando".

    Hoje em dia os media fartam-se de falar nisto, a OMS tb, os nutricionistas e mesmo assim as mamas falham tanto a este nível...

    Para quando uma legislação em que não permita a uma escola vender doces no seu bar e refeitorio?

    Para quando uma legislação que imponha limites a anuncios de "porcarias alimentares" para crianças?

    Desculpa o testemunho, mas acho que já me começas a conhecer e este tipo de assuntos fazem-me ferver.

    ResponderEliminar
  3. Olá
    Obrigada a todas pelos vossos comentários!
    Pois de facto é importante sensibilizar as pessoas mas explicando-lhes o porquê da mudança...assim é mais fácil a aceitação!
    Bjs e fiquem por perto!

    Solange

    ResponderEliminar

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!