Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

BEBÉS: Qual quantidade de Cálcio ideal?

Muitas crianças e adolescentes não consomem as doses diárias recomendadas de cálcio, principalmente devido à baixa ingestão de alimentos lácteos, a principal fonte de cálcio da dieta.

Ingestão de cálcio
Além do cálcio, a saúde dos ossos depende da presença de vitamina D, que aumenta a absorção deste mineral. De acordo com os valores recomendados pela Food and Nutrition Board (Institute of Medicine, National Academy Press, 1997) o consumo diário deve ser:
Idade Cálcio Vitamina D
(anos) (mg) (UI)
3-8/800 /200
9-17/ 1300/ 200
18-50/ 1000 /400
51-70 /1200 / 400
>70 /1200 /600

É importante realçar que as necessidades de cálcio variam ao longo da vida. A quantidade de osso acumulado durante o crescimento está relacionada com a quantidade de cálcio consumida. Devido à grande taxa de crescimento ósseo durante a infância e a adolescência, as necessidades de cálcio são maiores nestas alturas. Muitas crianças e adolescentes não consomem as doses diárias recomendadas de cálcio, principalmente devido à baixa ingestão de alimentos lácteos, a principal fonte de cálcio da dieta. Muitas crianças e jovens substituem a ingestão de leite por refrigerantes e sumos, o que contribui para as baixas ingestões de cálcio. As bebidas gaseificadas não só ocupam o lugar do leite como têm compostos que diminuem a absorção e incorporação do cálcio no osso. E como são açucaradas, aumentam o risco de obesidade e da diabetes.

Alimentos ricos em cálcio
Leite e derivados: queijo, requeijão, iogurte (1 copo de leite ou iogurte tem aproximadamente 300 mg de cálcio)
Vegetais: folhas verdes
Frutas: laranja, tangerina, morango
Peixe: sardinha, salmão
Carne: carne de vaca
Legumes: todos
É fundamental corrigir hábitos alimentares, estimulando a ingestão de leite e derivados na infância. Tente beber leite branco e estimular os seus filhos a fazê-lo. É uma questão de hábito.
As perdas ósseas são inevitáveis. Apostar no aumento da massa óssea de forma a atingir-se o seu potencial máximo é mais barato e dá melhores resultados que tentar mais tarde diminuir as perdas.
Mais vale prevenir do que quebrar!
Autores: Equipa de Pediatria do Hospital de São Marcos de Braga. Fonte: Educare.pt


Leia também:

Sigam BabySol® nas Redes Sociais:



Email

Receba as actualizações do Portal BabySOL®:

Introduza o seu email:


Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!