Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quarta-feira, 12 de março de 2008

ALERTA: Gorduras trans ou hidrogenadas...como evitá-las?


Muito se tem ouvido falar de gorduras trans ou gorduras hidrogenadas, no entanto a confusão impera, mais uma vez, na cabeça do consumidor, face a tantos apelos à saúde pública.

Consumir alimentos gordos em excesso é um dos erros alimentares mais comuns e mais perigosos que se pratica nas sociedades modernas. A indústria usa e abusa da gordura para tornar os alimentos mais apetitosos e "inventou" uma gordura, que permite prolongar o tempo de vida dos alimentos, mas que é particularmente perigosa para a saúde.

Com o objectivo de prolongar a durabilidade dos produtos alimentares, melhorando também a sua consistência, surgiram as gorduras trans ou hidrogenadas transformadas a partir de que gorduras liquidas que se pretendem mais consistentes que, consumidas em excesso, podem trazer complicações para a saúde, nomeadamente:

1 - Aumento do mau colesterol (LDL) e do colesterol total;

2 - Redução dos níveis do bom colesterol (HDL)

O que se passa, é que desde muito cedo, o individuo começa a acumular ...

De um modo geral, este tipo de matéria prima está fortemente disseminado pelo indústria alimentar pelo que é dificil evitar o seu consumo quando se consomem diariamente vários produtos alimentares industrializados.

Nesse sentido, neste caso impera o bom senso e a melhor recomendação é mesmo recorrer a alimentação saudável, em que reine a variabilidade de alimentos.

As gorduras trans existem essencialmente nos seguintes alimentos:

Margarina
Resultado direto da hidrogenação de óleos vegetais, a margarina é o alimento com mais concentração de gordura trans. No entanto, existem industriais que desenvolveram métodos seguros da sua produção, referindo no rótulo 0% gordura trans.

Pães e massas
Alimentos que usam margarina ou gordura vegetal hidrogenada no preparação também contêm gordura trans. Massas folhadas, pães, biscoitos e bolos estão nesta lista.
Leite e derivados
As gorduras trans ainda são encontradas em carnes e derivados do leite bem como em gelados cremosos e queijos amarelos.
Salgados, fritos e alimentos pré-cozinhados
Outra estratégia é evitar comer produtos industrializados em excesso. Desconfie dos alimentos muito crocantes e com sabor acentuado. As gorduras trans estão na maioria dos aperitivos de pacote, nas batatas-fritas, nas pipocas de microondas, nas bolachas recheadas e até em barras de cereais.

O modo como podemos identificar os alimentos que contêm este tipo de gorduras é através da leitura dos rótulos, uma vez que estas não existem nos alimentos naturais. A nomenclatura utilizada na embalagem é “gordura vegetal hidrogenada” ou “gordura vegetal parcialmente hidrogenada”. Sempre que um alimento contenha na lista de ingredientes qualquer destas presenças, sabemos tratar-se de uma gordura trans prejudicial à saúde.

Este post pretende assim sensibilizar a mãmã para a necessidade de:

1 - Aprender a consultar o rótulo das embalagens de produtos alimentares;

2 - Insistir na variabilidade de alimentos e formas de os preparar;

3 - Introduzir nos lanches das crianças em idade escolar, alimentos saudáveis nomeadamente pão de padeiro, fruta e bolachas sem recheio.

Deixo aqui este instrutivo video, esperando que complemente a importante informação e disponibilizei e facilite a compreensão desta temática:





Dra. Solange Burri
Consultora em Alimentação

Sigam BabySol® nas Redes Sociais:



Email

Receba as actualizações do Portal BabySOL®:

Introduza o seu email:


6 comentários:

  1. Olá,

    Muito obrigada por mais esta informação.

    Há meses, ouvi num programa de TV que os produtores não são obrigados a indicar nas listas de ingredientes as gorduras trans, bastando, por exemplo, indicar "gordura vegetal". Isto deixa o consumidor bastante desprotegido.

    Nesse programa referiam também que os grandes produtores europeus de margarinas tinham sido exemplares a eliminar este tipo de gorduras do processo de produção, pelo que a margarina era um produto seguro neste aspecto.

    Quanto às bolachas, mesmo as sem recheio, devo dizer que as banais bolachas maria que eu tenho lá em casa levam gordura hidrogenada.

    É difícil comer bem! Enfim, vamos variando...

    Continuação de bons posts,

    Sara

    ResponderEliminar
  2. Olá Sara
    Obrigada pelo seu comentário.
    De facto, é um facto que as gorduras hidrogenadas, ou parcialmente hidrogenadas, estão presentes em grande parte, senão na totalidade(?!) dos produtos industriais, pois aumentam assim o tempo de prateleira diminuindo a probabilidade de se estragarem...
    Há que variar e...estar atento!
    Bjs
    Solange

    ResponderEliminar
  3. Ao contrário do que muitos pensavam, em estudos recentes foi constatado que a gordura hidrogenada (margarina) é mais prejudicial à saúde (cardiovascular) do que a saturada de origem animal (ex. a manteiga). Aquele tipo de gordura obstrui os vasos e as artérias e provoca o infarto do miocárdio. Isso pode explicar o porquê de, hoje em dia, tantos jovens estão adoecendo com problemas de hipertensão arterial (acometidos de doenças cardiovasculares como pressão alta), Acidente Cárdio Vascular (AVC), muitas vezes, levando-os à morte precoce.
    http://dead.ifce.edu.br/~hotelaria/file.php/1/semestre_3/Higiene/aula02/index2.html#

    ResponderEliminar
  4. Olá Solange, a propósito das gorduras trans, acabo de saber que a inacreditável campanha "porquê margarina" foi cancelada pelo ICAP: http://www.icap.pt/icapv2/icap_site/deliberacao_detalhe.php?AG4JPQ51=ADotela9Xr1&AHAJJg5i=&AGoJNwtela9Xr1tela9Xr1=ADAJYw45&AGIJPQ5v=ADEJYw4wVmItela9Xr1

    ResponderEliminar
  5. Olá,
    Por acaso esta semana reparei no rótulo das bolachas Maria da Triunfo que costumo dar à minha Bébé, diz lá: gorduras parcialmente hidrogenadas. Não volto a comprar aquela marca, mas a minha dúvida é: as outras estão livres destas gorduras apesar de não o declararem no rótulo?
    Obrigada
    Sofia Martins

    ResponderEliminar
  6. Olá Rosa e Sofia!
    Obg pelos vossos comentários!
    Rosa: vou dedicar, mto em breve, um post a este assunto da manteiga/margarina. Obrg pela citação de BabySOL no teu mega site :-)
    Sofia: Infelizmente ainda existe mta deficiência ao nível da rotulagem para garantir que a ausência de informação corresponde à ausência do ingrediente em análise.
    De facto, a incorporação de gorduras hidrogenadas aplica-se como uma medida tecnológica que previne a deterioração (ranço) deste ingrediente e portanto é normal, infelizmente, que encontre em vários produtos, e não apenas em bolachas.
    Penso que será importante, variar marcas, analisando sempre o rótulo e preferir, sempre que possível, alimentos pouco processados com o pão, o leite e os cereais.
    Espero ter ajudado.
    bjs e fiquem por perto,
    Solange Burri

    ResponderEliminar

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!