Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

sábado, 17 de maio de 2008

Notícias nutritivas...O consumo excessivo de sal




Sendo o consumo excessivo de sal um dos factores que está na base da hipertensão, causadora de inúmeras mortes no Mundo, também é verdade que esta substância assumiu, ao longo da história, um papel fortíssimo a vários níveis, desde moeda de troca a método primário de conservação de alimentos.
A problemática em torno desta questão foi abordada em mais um programa televisivo Sociedade Civil, que contou com a participação de Pedro Queiroz e de representantes de algumas partes envolvidas, a Associação Portuguesa dos Nutricionistas e a Sociedade Portuguesa de Hipertensão. A educação dos paladares é, na opinião do Director Geral da FIPA, a base para que gradualmente se possam introduzir no mercado alimentos e refeições com menos sal.
Existem várias formas criativas para reduzir o sal na alimentação, principalmente no que toca à alimentação infantil. De uma forma geral, a solução passará em certa medida por, gradualmente, ir adquirindo hábitos mais saudáveis acompanhados por uma adaptação progressiva a alimentos confeccionados com menores quantidades de sal. Nesta área, a indústria agro-alimentar (IAA) mantém uma atitude pró activa: já lançou vários projectos de reformulação e tem investindo continuamente no desenvolvimento de novos produtos, permitindo uma grande variedade de escolhas por parte do Consumidor.
A par destas iniciativas, a rotulagem nutricional voluntária, progressivamente adoptada pelas empresas do sector, vem revolucionar a informação ao consumidor e, tal como foi ilustrado durante o programa, permite, entre outras, uma melhor percepção das quantidades de sal presentes nos alimentos pré-embalados.
A FIPA contribuiu assim, mais uma vez, para o debate sobre temática que especial interesse para a sociedade, tendo ficado clara a prostura pró-activa da indústria agro-alimentar nacional na contribuição para a promoção de uma alimentação mais saudável. Fonte: FIPA Noticias nº 9/2008.

Além do que foi dito, saliento ainda o facto de o excesso de sal ser a causa actual da elevada incidência de cancro no estômago...vale a pena pensar nisto quando sabemos que viveremos mais tempo graças aos novos desenvolvimentos da medicina e da farmacêutica...
É pois urgente adiar a adição de sal o mais possível na alimentação das crianças e por outro lado tirar partido disso para promover uma alimentação saudável na familia toda...



* Cuidado com o teor de sal! Para isso repare no item sódio...infelizmente alguns industriais por saberem que ultrapassam as regras "esquecem-se" desta menção...por isso "evidência da ausência não é ausência da evidência"...Post na íntegra aqui



* Temos que proteger o organismo da elevada ingestão de sal recorrendo cada vez mais a estratégias de diminuição daquele, evidenciando o sabor dos alimentos que confeccionámos com ervas aromáticas...Post na íntegra aqui.



* Ideal seria aproveitar este acontecimento para re-definir a alimentação da familia, de modo a que se faça uma adaptação saudável, adoptando os hábitos alimentares da familia aos do Bebé e não o contrário...deste modo, todos saem a ganhar!
Combinado?



Dra. Solange Burri
Consultora em Alimentação



Leia também:

Receba as actualizações do Portal BabySol® no seu email. Subscreva agora o Feed BabySol®.

Email

2 comentários:

  1. Oi, Solange!

    Eu tenho tentado diminuir o sal cá em casa... Usando mais as ervas aromáticas, no caso da carne e peixe. Mas nas nossas sopas e no arroz e massa tenho usado os caldos knorr pois gosto muito do sabor que dá à comida. Qual a sua opinião sobre este protudo?
    Obrigado

    ResponderEliminar
  2. OLá APPM!
    Obrigada pelo teu comentário...
    Pois esse produto faz parte de produtos a abater...quer pelo teor de sal, quer pelo teor em aditivos (EE's).
    Por isso, desaconselho, e recomendo métodos culinários mais saudáveis, com pouco sal e ervas aromaticas. Cada uma destas plantas dá um sabor diferente. Vale a pena explorar...
    bjs
    Solange

    ResponderEliminar

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!