Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Crianças de Férias: Help?

Não resisto a publicar aqui este artigo, capaz de contribuir para uma tranquila refeição familiar durante todos os dias das férias...
É chegado o momento dos pais usufruirem das férias profissionais e disfrutarem, dos excelentes momentos em Família...Os pais anseiam relaxar um pouco, as crianças estranham a alteração de rotina e alguns dias depois, todos podem estar completamente frustrados...

Atenção às férias.

Muitas vezes aguardámo-las com a ideia de podermos finalmente gozá-las com os filhos e a família mas, para que seja assim, é bom considerar que uma família, que subitamente está junta, 24 horas por dia, durante vários dias consecutivos, deve tomar algumas “medidas”, caso contrário pode arruinar o plano de férias mais espectacular!

Conscientes da desafiante tarefa que os progenitores têm, sobretudo na criteriosa planificação dos dias de férias, os pais finalmente libertos do trabalho, assumem a tarefa cansativa de acompanhar a criança todo o tempo quando estas, na maioria dos casos, passam todo o dia focadas em atenções de avós, educadoras ou amas/baby-sitters.
Além disso, para as crianças que já dominam bem a linguagem, podem manter-se “empenhadas” na sua afirmação através dos “não” e dos caprichos, locais públicos como restaurantes, praias, supermercados e cafés são óptimos cenários para pôr à prova a paciência e o poder dos pais. Como sempre o conselho é o de prevenir o confronto. Evite pois desrespeitar os seus períodos de sono, que por vezes são "esquecidos", ofereça sempre água e faça por manter alguma regra na rotina dos pequenitos. Além disso, é fundamental, deixá-los expandir a elevada energia que os possui...para o bem de todos!

Lembre-se também que, se vai comer ao restaurante, será menos lógico pretender que uma criança fique à mesa com os familiares, durante horas a fio, sem protestar. Se quer ir comer fora, pense em soluções rápidas e em locais pouco frequentados, por isso vá mais cedo. Locais muito cheios e agitados, fatigam qualquer um, sobretudo as crianças!

Escolha também restaurantes com espaços verdes, com uma área de diversões dotada de equipamentos e estabeleça um acordo antes de entrar: “Vamos brincar um pouco a seguir ao almoço”. Enquanto isso, e a comida não chega, é preciso explorar o terreno para manter a miudagem ocupada: dê uma volta à casa de banho para experimentar se o sabão deles faz muita espuma, boa? O acordo é para cumprir, ainda que depois do almoço tenha vontade de ficar à mesa a conversar.

Lembre-se também, no momento que antecede a saída para as férias de levar jogos em que todos podem participar. No final do dia todos estarão cansados, mas relaxados, e dispostos a confraternizar um pouco...

Afinal, é importante que retome o trabalho, consciente que aproveitou o máximo e deu o seu melhor! Pense nisso.
Leia também:


Dra. Solange Burri
Consultora em Alimentação

Leia também:



Sigam BabySol® nas Redes Sociais:



Email

Receba as actualizações do Portal BabySOL®:

Introduza o seu email:


2 comentários:

  1. Eu voltei agorinha de férias e estava eu a pensar que ía chegar mais cansada do que tinha ido, mas o que aconteceu foi o contrário! Correu tudo muuiiiito bem e eu meu pirolito de 14 meses é um regila dos grandes!

    Comecei por fazer algumas refeições na semana anterior a ir de férias e fui congelando. Assim pudemos ir para a praia descansados sem a preocupação do almoço do bebé.

    Com a Solange disse criamos rotinas de férias que foram sempre as mesmas: de manhã passear/prais, a seguir almoço, sesta (tanto em casa como no jardim), brincar um bocadinho e praia novamente. Chegar a casa banho (com os papás alternadamente) enquanto um dos papás prepara o jantar. Depois de jantar passeio à beira mar no carrinho e por vezes adormecia outra não, mas de qualquer modo às 22h30 estava na cama.

    Nunca tínhamos ido a um restaurante com ele, mas como se andava a portar muito bem resolvemos ir e curiosamente respeitamos os conselhos do Babysol e ao contrário do que é costume nem uma birrinha. Como íamos cedo ainda não estava cansado e divertia-se a ver as pessoas a entrar e a sair!

    Boas férias a todos e espero que tão boas como as nossas!

    Alda Gama

    ResponderEliminar
  2. Olá Alda

    Obrigada pelo teu detalhado comentário. Gostei muito!
    Realmente os miúdos são muito intuitivos e percepcionam as emoções que os rodeiam...às vezes, nós é que estámos distraídos, no Universo, e não os ajudámos! Eles têm sempre razão, sempre!:-*
    bjs e fica por perto!
    Solange

    ResponderEliminar

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!