Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quarta-feira, 2 de julho de 2008

ROTAVIRUS - Causa de diarreia grave


Bookmark and Share


... O rotavírus é a principal causa de diarreia grave em crianças pequenas. Como pode ser evitado?
O rotavírus é a principal causa de hospitalização por gastroenterite (diarreia e / ou vómitos) em crianças. Todos os anos 1 em cada 68 crianças são hospitalizadas e mais de 13.000 crianças vão para a emergência dos hospitais por causa de gastroenterites provocadas por rotavírus...
O que é o rotavírus?
Como provavelmente já adivinhou a partir do nome, rotavírus é um tipo de vírus. É a causa de uma doença que afecta o estômago e os intestinos, chamado gastroenterite. O rotavírus é a principal causa de gastroenterite grave nas crianças. É muito importante saber tudo sobre este virus, porque especialmente crianças, têm um especial risco de contrair uma infecção por rotavírus.
Ao falar sobre "o" rotavírus, significa que existe apenas um tipo de rotavírus?
Não, existem muitos tipos de rotavírus, muitos deles circulam ao mesmo tempo. Mas o que é curioso é que a distribuição dos tipos que circulam pode variar de país para país, e dentro do mesmo país de ano para ano e mesmo mês a mês e também de uma zona geográfica para outra. Por isso, não há maneira de saber qual é o tipo de rotavírus poderia infectar o meu filho ...
Qual é a probabilidade de que o meu filho tiver uma infecção por rotavírus?
Estudos científicos têm demonstrado que praticamente todas as crianças com infecção por rotavírus podem infectar-se antes de completarem 5 anos. Mas é interessante saber que os casos mais graves geralmente afectam crianças entre 6 e 24 meses, e também que a maioria das crianças sofrem mais do que uma infecção, embora o primeiro é sem dúvida a mais grave.
Por que meu filho pode estar em risco de sere infectado com rotavírus?
Os rotavírus são transmitidos de forma muito fácil. As crianças infectadas apresentam uma grande quantidade de rotavírus nas fezes, que podem então ser espalhados através de mãos contaminadas ou objectos, tais como brinquedos, utensílios para preparar refeições, etc. Portanto, situações como o contacto com outras crianças (por exemplo no infantário), ou uma higiene inadequada, podem promover a infecção. Além disso, rotavírus é muito resistente e pode sobreviver na água durante uma semana, em ambas as mãos e de superfícies. A maioria dos sabonetes e desinfectantes habituais não conseguem eliminar o vírus.
Quais são os sinais e sintomas de infecção por rotavírus?
Se o seu filho adquire uma infecção por rotavírus, os primeiros sintomas geralmente são febre, vómitos e desconforto gástrico, seguido por graves episódios de diarreia aquosa, que pode durar de 3 a 9 dias. Nos casos mais graves, a criança pode apresentar mais de 20 episódios de vómitos ou diarreia, num dia. Se o seu bebé é agora muito pequeno, estes sintomas podem levar a uma perda de fluidos (desidratação) que pode rapidamente tornar-se muito sério.
Trata-se de grave infecção pelo rotavírus?
A desidratação é a complicação mais grave associada a uma infecção por rotavírus. Entre os sinais de desidratação grave incluem-se fadiga, dormência, olhos cansados, boca seca, sem lágrimas quando chora, dedos frios das mãos e pés. A desidratação grave poderia até ameaçar a vida do bebé. Não há nenhuma maneira de prever que os bebés irá desenvolver uma forma grave da doença a partir de rotavírus. Além disso, embora seja difícil de acreditar, uma criança morre a cada minuto em todo o mundo, e uma criança morre a cada dia na Europa devido a infecção por rotavírus.
Existe algum tratamento?
O tratamento da gastroenterite provocada por rotavírus é puramente sintomática, geralmente constituído pela substituição da água perdida com vómitos e fezes aquosas. Isto é geralmente feito com re-hidratação oral através de soluções electrolíticas. Em casos mais graves terão de recorrer a reidratação intravenosa. É importante que não dêem nenhum medicamento sem o conhecimento do pediatra. Antibióticos não são aconselhados a uma gastroenterite provocada por rotavírus. Além disso, é imperioso que se utilizem medidas extremas de higiene para evitar o contágio a outras crianças e adultos. Veja como.
O que eu posso fazer se o meu filho desenvolve a doença de rotavírus?
A coisa mais importante é tentar evitar a desidratação. Ir o mais depressa possível ao pediatra, que lhe dará as recomendações adequadas para tentar evitar a desidratação do filho. Se o seu filho desenvolveu sintomas graves, pode ser necessário recorrer à emergência de um hospital. Não se esqueça: contactar o pediatra se o seu filho desenvolver sintomas de infecção por rotavírus.
É possível prevenir rotavírus gastroenterite?
Sim, de facto, existem actualmente disponíveis vacinas contra o rotavírus que é administrado por via oral.
O que eu posso fazer, então a partir de agora?
Basta aprender muito sobre o rotavírus e como pode afectar o seu bebé. Desde o seu nascimento, você tem que ir mensalmente ao pediatra para ter certeza de que tudo vai bem com o seu bebé. Aproveite estas primeiras visitas ao pediatra para pedir informações sobre rotavírus e formas de evitar a doença. É importante que se procurem as primeiras informações junto do pediatra pois a vacinação contra rotavírus deve necessariamente começar quando o bebé tem entre 6 e 12 semanas de idade. Para saber mais, clique aqui .
Fonte: ASSOCIACION ESPAÑOLA de PEDIATRIA.

Dra. Solange Burri
Consultora em Alimentação
Tem dúvidas? Contacte o Serviço de Apoio on-line

Bookmark and Share

Receba as actualizações do Portal babySol® no seu email. Subscreva agora o Feed babySol®.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!