Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Leite gordo ou meio-gordo?



Tenho seguido este blogue com muito prazer uma vez que tenho um filho de 1 ano. Na última consulta com o pediatra surgiu-me uma dúvida,o meu filho tem quase 14 meses e ainda mama, só um bocadinho antes de dormir, acho que nesta fase é mais um desconsolo uma vez que nunca usou chupeta.com um ano iniciou o leite de vaca que passei a dar-lhe de manhã, o pediatra não é muito adepto da gordura animal e por isso falou-me em dar-lhe leite meio gordo. no entanto, ouço várias mães e técnicos de saúde infantil dizerem que a gordura do leite é essencial para o cérebro das crianças até aos 3 anos. daí que me assaltou a dúvida leite meio-gordo ou leite gordo? (Mamã A., filhote 14 meses)

De facto, a Organização Mundial de Saúde está agora a ajustar as recomendações estabelecidas para a ingestão de leite de vaca para que seja meio-gordo e não gordo. Esta alteração está relacionada com os índices de obesidade infantil que têm sido reportados nos últimos tempos.
No entanto, é sabido que na gordura do leite, presente em maior quantidade no leite gordo (3,5%) existe um maior teor de vitaminas lipossolúveis, nomeadamente A e D, as quais contribuem para o desenvolvimento do sistema nervoso central (A) e para a absorção de cálcio (D).
Nesse sentido, e se a criança não apresenta excesso de peso, trata-se de encontrar um equilíbrio e proporcionar-lhe uma alimentação saudável, diversificada e com o maior teor nutricional possível, que nestas idades adquire primordial importância.
Por outro lado, acho que teria todo o interesse, caso lhe seja possível, em oferecer o peito mais vezes, já que o leite da mamã é rico em constituintes muito valiosos, como os imunológicos.

Consultora em Alimentação


Leia também:

Siga BabySol® nas Redes Sociais:




Email

Receba as actualizações do Portal BabySOL®:


Introduza o seu email:


4 comentários:

  1. Bom dia,

    Acompanho este blog desde que fui mamã, há já meses, sendo a minha fonte principal em termos de alimentação.

    A minha menina já só bebe leite de lata, amamentei pouco tempo infelizmente, e tenho vindo a questionar-me quando é que ela pode iniciar o leite de vaca de pacote. Gosto de seguir uma a alimentação natural e lógica, sem stresses. Mas outra questão que me coloco é a de que tenho a possibilidade de lhe dar leite de vaca "original" digamos assim, que é o que consumimos, proveniente da vacaria dos sogros (que o comercializam para uma grande empresa), retirado de vacas escolhidas a dedo pela sogra, com risco de presença de antibióticos zero e com baixo risco de presença de doenças visíveis, a questão prende-se com o facto de que o leite é apenas fervido, mesmo que se prolongue a fervura até aos 3 minutos, nunca é uma pasteurização industrial e a outra questão é devido ao teor de gordura, que ainda que sendo uma gordura rica em nutrientes, é ainda assim gordura animal.

    O que aconselha Doutora?

    ResponderEliminar
  2. Olá "Argas",
    Obrigada pelo seu comentário e reconhecidas palavras de apreço pelo meu trabalho.
    O risco, sobretudo microbiológico, é bastante elevado elevado para um nicho populacional tão vulnerável como os bebés. Ainda que o seu teor nutricional seja interessante, o leite "original" apresenta um elevado teor de gordura saturada, bastante rico em vitaminas lipossolúveis, mas indesejável para Bebés pelo risco microbiológico associado incapaz de ser correctamente controlado através da fervura caseira e manipulação inerente.
    Além disso, pode ser de dificil digestão.
    Para uma melhor rentabilidade nutricional deste alimento (leite) sugiro que façam manteiga ou queijo e ofereçam deste modo à criança. O seu processamento minimizará riscos e incrementará a riqueza da dieta.
    Espero ter ajudado.
    cumprimentos,
    Solange Burri

    ResponderEliminar
  3. Boa Tarde

    A minha filhota de 13 meses só bebe leite de vaca meio-gordo, indicado pela pediatra.
    Mas ando atormentada e sempre na dúvida se não devia dar leite gordo, devido ao desenvolvimento cerebral. A bébe come quase de tudo, menos manteiga e queijo, entre outros alimentos ,pois ainda só tem dois dentinhos da frente, a come tudo triturado, menos um pouco de pão e bolacha própria para eles.
    Acha que devo mudar para leite gordo, para compensar certos alimentos?
    obrigado

    ResponderEliminar
  4. Olá Filipa.
    Se a sua filhota não tem peso excessivo e tem apresentado um desenvolvimento dentro dos padrões normais, seria importante diversificar a dieta alimentar para fornecer, tanto quanto possível, uma boa rotação de nutrientes.
    Apesar de o leite gordo ser mais rico em vitaminas, na verdade existe bastante controversia face ao aumento da prevalência da obesidade infantil e o teor de gordura elevado do leite gordo.
    A palavra final será sempre a do profissional que acompanha a criança.
    Espero ter ajudado.
    bjs
    Solange Burri

    ResponderEliminar

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!