Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Regras à mesa...como consegui-lo?

Esta semana tive o prazer de acrescentar mais um membro à Equipa BabySol®, desta vez para dar resposta às vississitudes que a componente psicológica, de mãos dadas, com o desenvolvimento infantil e a sua adequada alimentação, evidenciam.
E curioso foi surgir-nos esta questão, logo na estreia do meu consultório on-line, no Clube de Pais. Convido-vos pois, com o artigo de hoje, a fazerem parte destas 2 realidades que aconteceram esta semana e que desejo seja o início de um excelente compromisso... da nova Equipa com a Educação Alimentar!


Estou consciente da importância da sopa nas suas refeições, aliás cá em casa existe sempre pois é a minha eleição à noite para mim própria e para a minha avó que vive cá em casa. Tento fazer sopas diferentes e por vezes faço cremes e outras deixo em pedacinhos mas qualquer tipo de sopa é logo recusada por ele! Faz birra, vira o prato e como nem se senta para comer é difícil mesmo...no infantário nunca come toda mas sempre lhe vão dando alguma... será que pode sugerir algumas dicas que torne menos penosa a hora da refeição? O meu filho mais velho sofre de hiperactividade e por isso nunca fazemos refeições típicas (por exemplo todos á mesa...) acha que poderá ser essa a causa? E dado que eles são irmãos e vivem na mesma casa, como posso fazer para as atitudes do mais velho à refeição não servirem de exemplo ao mais novo? Mais uma vez obrigada pela ajuda (Mamã Teresa)

É importante ter em conta que, por vezes, a hora das refeições apresenta-se como um verdadeiro desafio para os pais. Além da preocupação que se relaciona com o comer ou não a refeição, juntam-se, muitas vezes, problemas a nível comportamental das crianças, tais como birras e recusa alimentar.
Face a este problema, é necessário recorrer a algumas estratégias, de forma a melhorar a situação. Enumero pois algumas dicas para orientação:

- A existência de regras claras é um factor importante para a criação de hábitos alimentares. Se a família decide que todos comem sopa, então esta regra deve ser cumprida, mesmo que numa fase inicial sejam apenas algumas colheres. Muitas vezes, a diferença de comportamento da criança na escola e em casa prende-se com o facto de esta perceber até onde pode ir em cada um dos casos. Frequentemente, as crianças em casa, e tendo em conta que estão mais à vontade, tendem a testar os limites mais insistentemente. Daí as regras terem de ficar muito bem estipuladas e serem efectivamente cumpridas sem desculpas.
- Reforços positivos que podem ser dados: estes reforços podem ser muito diversificados, dependendo da idade, do estado de desenvolvimento e interesses da criança. A título de exemplo, pode ser utilizada uma salva de palmas, um "lindo menino, a mamã está muito contente" ou um mapa de reforços por cumprimento das regras estabelecidas que pode ser feito num papel e colado na porta do frigorifico.

Em relação ao mano mais velho, o facto de ser permitido que este tenha um comportamento diferenciado do que está estabelecido pode interferir com a educação do mais novo. Os irmãos mais velhos são sempre modelos importantes para o desenvolvimento da aprendizagem dos mais novos. Estes tendem a imitar os comportamentos dos mais velhos e com certeza não compreenderão porque é que as regras são diferentes para um e outro.

A minha sugestão é que inicie com regras que não sejam muito difíceis de cumprir, valorize as pequenas melhorias e vá progressivamente aumentando o desafio em direcção ao comportamento desejado.

Dra. Marta Salazar
Psicóloga

Equipa BabySol®



Pois aqui está um assunto para o qual vale a pena, nós profissionais de educação infantil, concentrar esforços...gerir a melhor alimentação, no melhor ambiente possível, por vezes pode ser de aplicabilidade muito difícil... sobretudo quando existem irmãos mais velhos que, inconscientemente tudo fazem para chamar a atenção e ... complicar! Prometemos ficar por perto!

Dra. Solange Burri
Consultora em Alimentação

Leia também:
O meu filho não come
A alimentação infantil e o comportamento

Receba as actualizações do Portal BabySol® no seu email. Subscreva agora o Feed BabySol®.

Email

Sigam BabySol® nas Redes Sociais:


Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!