Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Plano Alimentar: estará desactualizado?


Aqui vos deixo mais um artigo de sensibilização, que publiquei em Parceria com o site "Barrigas de Amor", desta vez abrangendo o desenvolvimento do Bebé ainda antes do nascimento, apelando para a verdadeira importância de perceber os sinais do organismo, da futura mamã ou do Bebé, quando um Plano Alimentar se encontra desajustado...


Na fase de desenvolvimento de uma gravidez, e à semelhança dos primeiros anos de vida da criança, ou durante o período de amamentação, as necessidades energéticas variam substancialmente. Sobretudo porque o desenvolvimento, nestas etapas, é tão acelerado que se repercute rapidamente no aumento do apetite, se o mesmo não estiver a ser satisfeito, oferecendo a saciedade procurada, mas também que os alimentos certos, que oferecem essa vantagem, estejam a ser desvalorizados.

Assim, é de todo importante consciencializar a futura mamã, a mulher lactante ou apenas a pessoa responsável pela alimentação do bebé, da importância de estar atenta para sinais que revelem que a quantidade, e qualidade, dos alimentos ingeridos possa não estar a ser suficiente para suprimir as necessidades nutricionais destes estágios. Por outro lado, o estabelecimento de uma alimentação cuidada e direccionada para as diferentes especificidades nutricionais permitirá, com efectiva concretização, oferecer ao organismo os nutrientes de que necessita abastecer-se para assegurar uma gravidez em pleno, condicionar uma boa qualidade do leite materno ou, tão importante como os anteriores, induzir um crescimento saudável do Bebé, sobretudo no 1º ano de vida, onde as suas exigências alimentares são tão restritas, específicas e inconstantes e que perduram para a qualidade dos anos vindouros.

Na verdade, quer seja na gravidez em que pela constante evolução do ser em formação, quer pela adaptação gradual que o corpo da mulher lactante realiza para produzir o leite adequado para o seu bebé, quer pelo rápido crescimento do Bebé nos primeiros meses de vida, todas estas fases ocorrem de um modo tão repentino que é muito usual ocorrer uma desactualização nutricional sem que as pessoas envolvidas se apercebam.

Assim, é de todo importante assegurar a ingestão de alimentos ricos em hidratos de carbono e proteínas, nutrientes que oferecem maior saciedade ao organismo e oferecem também valor energético de interesse. De igual modo, a utilização de fontes de gordura insaturada, mono ou polinsaturada, traz vantagens se consumida com moderação. Assim, diversifique a alimentação, nestes estágios, procurando os seguintes alimentos:

- Ricos em hidratos de carbono: ex. batata, arroz, cereais, pão e outros farináceos, preferindo farinhas pouco refinadas que possuem mais vitaminas e oferecem maior saciedade ao organismo.
- Ricos em proteína: ex. leite, carne, peixe e ovo, vegetais.
- Ricos em gordura insaturada: ex. peixe e azeite.

Além dos alimentos citados, é fundamental realizar cerca de 5-6 refeições diárias, repartidas em intervalos de cerca de 2h30-3h00 para possibilitar ao organismo a renovação nutricional e energética que necessita.

E lembre-se: sinais precoces de fome, cansaço, irritabilidade e outras alterações de comportamento e/ou no ciclo de sono podem indicar desajustes nutricionais. Informe-se com o médico assistente para re-avaliar o plano alimentar em vigor sobretudo se este predomina há mais de 2 meses… a não esquecer!


Os seus comentários são sempre benvindos. É a sua reflexão que permite optimizar a intervenção de BabySOL...fique por perto!


Dra. Solange Burri
Consultora em Alimentação de Grupos de Risco

Parceria:

Image Hosted by ImageShack.us

Siga BabySol® nas Redes Sociais:



Email

Receba as actualizações do Portal BabySOL®:

Introduza o seu email:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!