Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Sumos & aditivos: combinação possível??

Li o seu artigo sobre EE’s que achei bastante interessante.
O meu filho de 8 anos e 2 anos tomam todos os dias ao jantar um sumo que contem (E422, E585, E1105, E551 e E471). Este sumo é daquelas empresas de suplementos alimentares de venda directa. Existe algo contra à toma diária deste produto com estes EE’s nestas idades?
Desde já agradeço a sua resposta, Mãe M.

Começo por lhe dizer que todos os aditivos presentes nas matrizes alimentares se encontram regulados em Legislação Nacional e Comunitária pelo que os seus níveis de segurança são, efetivamente, respeitados para que o produto alimentar final possa ser comercializado. É sabido, contudo, que se os níveis de segurança são tecnicamente estabelecidos a partir de uma margem de segurança também definida, por outro lado, esta abordagem técnica é realizada individualmente perante todos os aditivos e nunca considerando:
a) o efeito combinado com outros aditivos presentes na mesma matriz alimentar;
b) o efeito bioquímico da matriz alimentar perante o aditivo e o efeito que poderá aumentar, reduzir ou até não ter qualquer interferência. Normalmente a acidez (pH), como acontece no caso dos sumos, pode ser um factor de altere o efeito de alguns aditivos.

Portanto, e tendo em conta que falamos de crianças, e ainda que apenas a mais pequena (2 anos) possa ser a mais vulnerável, a verdade é que a mais velha (8 anos), pode, por exemplo, até ser a mais susceptível a alergias. Esse dado não é indicado pela mãe. Por outro lado, é desconhecido se os progenitores apresentam alguma vulnerabilidade alimentar que condicione a susceptibilidade a alergias nestas  crianças.

Existe ainda outra situação, igualmente premente:
- O consumo de sumos sintéticos, demasiado ricos em açucar que:
a) Provocam mais sede e potenciam o seu consumo abusivo;
b) Se ingeridos às refeições, e em excesso, poderão reduzir o apetite e, condicionar a ingestão necessária de outros alimentos, mais interessantes nutricionalmente.

Portanto, face ao exposto, sugiro que reduza a ingestão desses sumos e, sempre que o faça, opte por diluí-los ligeiramente com água. Lembre-se também, e complemente, com o exemplo familiar, muito importante na optica da Educação alimentar que a criança tão bem percepciona e segue!

E você... o que acha sobre este assunto? Deixe o seu comentário.


Consultora em Alimentação em Escolas e Infantários
(Mestrado na área da Nutrição Infantil)



Leia também:




Siga BabySol® nas Redes Sociais:
Email


Receba as actualizações do Portal BabySOL®:


Introduza o seu email:


Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!