Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Como preparar Festas para Crianças - artigo I

O calor aproxima-se. E assim fica também a vontade de promover o convívio, sobretudo ao ar livre. Festas e piqueniques adquirem um papel principal. Hoje trago-vos um tema muito pertinente que será apresentado em 3 artigos, sendo este o artigo I: a segurança alimentar inerente à organização de uma festa...uma festa infantil onde, não só deveremos assegurar a integridade alimentar das nossas crianças, mas sobretudo a integridade das crianças dos outros!
Grande responsabilidade, não vos parece? Quando até nem conhecemos as susceptibilidades alimentares que fazem parte do historico de cada convidado e ainda assim, temos que assegurar toda a logística inerente que de deseja muito segura para este grupo de risco...! Vale, pois, a pena seguir alguns cuidados especiais... No final, os pais das crianças vão sentir a diferença, não tenha dúvida! Sobretudo porque soube proteger a criança... deles! Multiplique este sucesso pelo nº de crianças presentes e aperceba-se deste impacto...
Bem, darei então início, com este artigo, a um conjunto de recomendações que considero pertinentes para estudar ainda na fase da concepção da festa...
Vejámos pois alguns cuidados:
Existem crianças com alergias?
Pergunte imediatamente quando os pais confirmam a presença. Fica-lhe bem e condicionará tudo o resto. Na minha opinião, considero FUNDAMENTAL que a criança alérgica seja enquadrada na normalidade de uma festa! Os pais de crianças alérgicas são sempre muito ansiosos e não gostam/querem partilhar estas dificuldades com a anfitriã, temendo até perder a oportunidade de a criança ir. Com uma postura simpática, e madura, informe os pais que teria muito gosto em enquadrar o filhote deles na festa! Siga apenas as suas recomendações e procure informação complementar, se necessário! (Juro que isto não é auto-promoção :-)))) !)
Festa mista ou só de crianças?
O que aparentemente pode parecer um afável encontro social, com miúdos e graúdos, pode transformar-se numa grande confusão...Afinal os graúdos querem conversa, outro tipo de alimentação e portanto depressa se corre o risco de pôr crianças a comer o que não devem...Portanto, separe estas ideias: festa de miúdos separada da festa dos graúdos.... Seja no tempo ou no espaço! Mas se resolver fazer uma festa comum salvaguarde comida saudável para todos...é possível, sabe? Aqui os grelhados e os folhados brilham!
Gestão de stock's
ANTES de começar a fazer as compras, seja da mercearia, seja de alimentos preparados, assegure-se que tem onde os armazenar. Depois, a juntar a este factor, lembre-se que as bebidas que ficam fora do frigorifico, no dia querem-se dentro... o que pode comprometer a qualidade dos alimentos que lá não cabem... Por isso peça com antecedência ajuda a uma vizinha ou prepare aquele frigorifico do sotão...
Comprar tudo extraordinariamente fresco
Analise com tempo os periodos de entrega que o supermercado onde compra realiza a reposição dos stock's. Compre tudo bem fresco para que suporte a máxima integridade no dia da festa, em cima da mesa. Lembre-se: escolha os produtos que estão mais inacessíveis...estão colocados mais afastados estratégicamente para que o consumidor escolha o mais antigo...
Lista de compras separada em três
- Mercearia , perecíveis e preparados
Estes 3 tópicos vão permitir-lhe uma organização mais eficiente: sobretudo porque salvaguarda a diferente logística imposta para estes 3 tipos de alimentos. Cuidado especial com os alimentos preparados...pois afinal não sabe o que aconteceu ANTES de serem preparados: qualidade das matérias-primas, sensibilidade para as questões de segurança alimentar, higiene, etc. e que poderão arruinar a sua festa: Ninguém quer assumir o compromisso, por isso não hora de encomendar argumente: "Quero tudo bem fresco! Olhe que são para crianças...!"
Que reine a antecedência!
Liberte-se do cansaço dos últimos dias, planificando tudo com a máxima antecedência. Lembre-se: no próprio dia terá que ter o espírito bem presente para estar atenta a tudo. Tudo mesmo! E ainda conseguir conversar afavelmente com alguns adultos que recrutará para vigiarem as crianças enquanto vai à cozinha! Por isso, faça as suas escolhas alimentares também a pensar na facilidade da sua preparação prévia!
Estas serão as primeiras regras a considerar, na fase da planificação da festa.
O artigo seguinte - Festas de Crianças - artigo II - baseia-se nos cuidados mais particulares inerentes à alimentação infantil. Considero ainda importante alertar que os conteúdos que tratarei protegem não só as crianças dos riscos microbiológicos, como intoxicações alimentares, que podem despoletar nas festas, sempre muito valorizados, mas também as questões químicas e nutricionais inerentes... Afinal, SEGURANÇA ALIMENTAR, é quando todas estas vertentes se encontram...interiorizem pois esta ideia...sempre!
Como costumo dizer: fiquem por perto!


Consultora em Alimentação em Escolas e Infantários
(Mestrado na área da Nutrição Infantil)
Leia também:

Siga BabySol® nas Redes Sociais:
Email


Receba as actualizações do Portal BabySOL®:
Introduza o seu email:

1 comentário:

  1. Ótimo assunto, aqui no Brasil as festinhas infantis tem muita comida ruim muito doce ruim, acho uma judiação e é bem difícil tentar fazer uma festa mais saudável, as pessoas acham estranho.
    bjs

    ResponderEliminar

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!