Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

domingo, 10 de março de 2013

Cogumelos para crianças: a partir de que idade?


O meu filhote adora cogumelos e quando lhe dou é sempre com ovos ou carne, mas diminuo sempre a quantidade destes últimos por saber que os cogumelos têm muita proteína. Será que posso/devo dar só cogumelos com os acompanhamentos tradicionais (arroz, massa e batatas)? Como ele não anda a comer bem a sopa, resolvi fazer uma que leva cogumelos e coentros que ele também gosta muito. Mas como 2º prato dei-lhe peixe com batata cozida e legumes... claro que a sopa não tinha uma quantidade grande de cogumelos, mas achas que posso estar a sobrecarregar o organismo dele com proteínas? (Mamã A., filhote 14 meses)


De facto, é conhecido que os cogumelos são muito ricos em proteína vegetal, razão pela qual, quando incorporados numa refeição se deve equilibrar o consumo de outros alimentos proteicos (ex. carne, peixe, ovos, leite). Por outro lado, convém não esquecer que os legumes também são igualmente ricos em proteína, mas vegetal, e portanto, rapidamente, numa refeição, se eleva o teor de proteína ingerida e que sobrecarrega os rins do Bebé, pela produção defensiva de ácido úrico ao qual o organismo responde. Assim, recomendo que quando oferecer cogumelos na refeição do Bebé, complemente com outros legumes, e arroz também, e não acrescente alimentos de proteína animal, resultando assim num leve prato vegetariano. Em alternativa, modere o consumo de cogumelos e complemente com um pouco de carne ou peixe, por exemplo.

Neste aspecto será importante referir que os alimentos vegetais, ao contrário dos de origem animal, não apresentam proteínas completas no seu perfil nutricional (com todos os aminoácidos essenciais que o organismo necessita), razão pela qual é necessário cruzar a ingestão com outros alimentos que complementem, e assegurem, a ingestão de proteína completa, em cada refeição.

Será também de salientar a riqueza dos cogumelos em glutamato de sódio, um constituinte que favorece, e enaltece, o sabor dos cozinhados onde são incorporados. Reduza pois, o mais possível senão totalmente, a adição de sal, introduzindo igualmente ervas aromáticas que casam muito bem com os cogumelos (ex. coentros, salsa, funcho).

Chamo a atenção para a necessidade de saber comprar os cogumelos.

São plantas que, naturalmente, fazem bio-acumulação, acumulando do solo a poluição que nele encontram. Deve pois, assegurar, que compra cogumelos seleccionados, produzidos unicamente a partir de mostos cuidados e utilizados unicamente para esse fim. Prefira os cogumelos de origem biológica e analise bem o rótulo 

Por fim, considero que o consumo familiar deste alimento deva ser privilegiado, porque possui também um enorme potencial para fortalecer as defesas imunitárias, já que estimula o sistema imunitário, activando as suas células guerreiras e aumenta os níveis de hemoglobina de modo a produzir uma maior resposta às bactérias, vírus ou outros agressores. Além disso, protege o fígado, actua no sistema nervoso central e no coração, baixa os níveis de colesterol e inibe também reacções alérgicas.

Contudo, face à hipersensibilidade que o glutamato de sódio pode provocar, considero sensato que a ingestão, na dieta infantil, seja feita unicamente a partir dos 12 meses e sempre a partir de cogumelos controlados, de origem biológica, como já foi referido.

Dra. Solange Burri
Consultora em Alimentação

E como costumo dizer "Espero ter ajudado". Deixe o seu comentário!

Leia também:





Receba as actualizações do Portal BabySOL®:


Introduza o seu email:


1 comentário:

  1. Qual a dose ideal de cogumelos numa refeição para um adulto?
    As proteinas vegetais nunca serão tão completas como as animais? Então e a soja?

    ResponderEliminar

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!