Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quarta-feira, 6 de março de 2013

Cólicas no Bebé: saiba o que fazer!

 A Helena Félix é uma Enfermeira Obstetra que depressa evidenciou ser uma pessoa muito especial...e competente! Eis a prova  o seu contributo no Blog BabySOL... (Solange Burri)

Durante a gravidez muitas são as dúvidas que assaltam o pensamento dos futuros pais sobre o bem-estar do seu filho, como correrá o parto, se o bebé terá alguma malformação ou patologia congénita.
Ultrapassadas todas estas incertezas dá-se o regresso a casa. A adaptação da família ao novo ser pode ser mais ou menos fácil dependendo do conhecimento no que diz respeito ao cuidado do recém-nascido e à habilidade de controlo da ansiedade...


As cólicas do recém-nascido são, por assim dizer, vistas como o indomável monstro que habita dentro de todos os recém-nascidos. Mas há que ter presente que são um quadro benigno, perfeitamente normal que pode começar nas três primeiras semanas após o nascimento e que geralmente cessam por volta dos três meses de idade.
Ao ver o seu bebé chorar de forma inconsolável muitos pais ficam num estado de ansiedade tal que acabam por agravar ainda mais esta situação. É importante que os pais se mantenham conscientes de que se trata de uma evidência passageira e que o importante é manter a calma e agir de forma a minimizar os sintomas.
É necessário que os pais tenham presente que o bebé necessita de chorar. O choro é essencial para o normal desenvolvimento do sistema nervoso, para a libertação do stress e até para conquistar a rotina do sono, da alimentação, do estado de alerta e da aprendizagem. Perante um quadro de choro os pais devem mimar e acarinhar o seu filho para que ele se sinta seguro.
Para serem capazes de controlar a ansiedade e nervosismo os pais devem saber o que fazer e como fazer para aliviar as cólicas. Há dois pontos-chave no que se refere ao cuidado do recém-nascido com cólicas, que são:
- Cuidados alimentares da mãe que amamenta.
- Acções a desenvolver para favorecer o trânsito intestinal e o alívio das cólicas.

Cuidados alimentares da mãe que amamenta:Regra geral a mãe que amamenta deve realizar uma dieta diversificada. Embora não esteja cientificamente provado há conhecimento efectivo da relação causa/efeito no respeita a alguns alimentos. Desta forma recomenda-se que enquanto amamenta a mãe deve:
- Condicionar a ingestão de alimentos que produzam gás, tais como: couve-flor, brócolos, couve-de-bruxelas, couve verde escura, grelos, pepino, pimentão verde e vermelho, cebola crua e favas;
- Evitar a utilização de condimentos e especiarias;
- Não ingerir bebidas estimulantes (chá preto, bebidas à base de chá, café e álcool) ou sumos gaseificados;
- Reduzir o consumo de frutos como: citrinos, kiwi, banana e frutas silvestres e evitar a ingestão de morangos e frutos silvestres;
- Não exagerar no consumo de leite de vaca ou derivados (não exceder 1L/dia);
- Minimizar a quantidade de alimentos crus na dieta diária. A sua dieta deve consistir em 70 a 80% de alimentos cozidos e apenas 20 a 30% de alimentos crus, dando preferência a cozidos, grelhados, assados e fruta cozida;
- Realizar uma dieta simples e diversificada, rica em ovos, carne, peixe, cereais e saladas de alface e/ou cenoura;
- Ingerir bastantes líquidos tais como: água, infusão de cidreira, camomila ou de funcho.


Acções a desenvolver para favorecer o trânsito intestinal e o alívio das cólicas:As cólicas são, na maioria das vezes o maior “problema de saúde” dos bebés entre os zero e os três meses.
A intensidade das cólicas pode variar de bebé para bebé, de dia para dia e até de hora para hora. Contudo há cuidados específicos que ajudam a aliviar a sintomatologia, os pais podem e devem desenvolver cuidados tais como:
- Manter a calma e controlar a ansiedade perante um quadro de cólicas, manipulando o bebé de forma suave e falando com um tom de voz tranquila;
- Amamentar preferencialmente na posição de sentada, para que o bebé esteja o mais erecto possível, contrariando assim ingestão de ar enquanto o bebé mama;
- Ajudar o bebé a fazer uma boa pega e manter a mesma enquanto mama. O bebé deverá abocanhar o mamilo e a aréola também. A mãe deve ajudar o bebé a fazer a pega comprimindo suavemente a mama com os dedos polegar e indicador atrás da aréola.
- Evitar que o bebé adormeça várias vezes ao peito enquanto está a mamar. Quanto mais tempo demorar a mamada mais ar o bebé vai engolir e consequentemente mais cólicas irá ter. Os pais devem acordar bem o bebé antes de este ser colocado à mama, para isso devem estimula-lo conversando com ele, massajando os dedos dos pés e das mãos, massajando os lóbulos das orelhas ou apertando suavemente o nariz. Ainda antes da mamada como forma de acordar o bebé os pais, enquanto conversam com o seu filho, podem e devem fazer movimentos com as pernas do bebé de forma a tocar com os joelhos no abdómen, tipo pedalar. É uma manobra muito eficaz pois para além de favorecer a interacção dos pais com o seu filho, já que estão frente a frente, estimula o movimento das fezes no intestino fazendo com que o bebé evacue posteriormente enquanto mama e/ou após a mamada;
- Fazer duas ou três pausas durante a mamada, para que o bebé arrote à medida que vai mamando;
- Enquanto espera que o bebé arrote coloque-o na posição o mais vertical possível, com a cabeça apoiada num dos ombros de quem o segura no colo;
- Vestir roupas confortáveis e que permitam o movimento livre das pernas;
- Não apertar demasiado a região abdominal com a fralda ou roupa;
- Realizar massagem abdominal para estimular trânsito intestinal e alívio de cólicas. A massagem corporal nos bebés apresenta inúmeros benefícios para pais e os bebés.

Veja como efectuar a massagem ao bebé, aqui.

Como complemento para alívio das cólicas podem ser administrados fluidos à base de plantas (funcho, camomila e erva-cidreira) especialmente destinados a recém-nascidos ou dimeticone emulsão oral. No entanto qualquer que seja o produto que os pais pensem em administrar ao seu filho deve ser sempre questionado a profissionais de saúde capacitados de ceder essa orientação.
Encare os episódios de choro por cólicas com normalidade, descanse enquanto o seu bebé dorme, pois as noites mal dormidas diminuem a capacidade de controlar a ansiedade e o nervosismo. Mantenha uma posição optimista, sorria para o seu filho e estimule o sorriso deste, pois um bebé alegre faz uma família feliz!

Helena Félix.
Enfermeira Obstetra.



Leia também:


Siga BabySol® nas Redes Sociais:



Email

Receba as actualizações do Portal BabySOL®:
Introduza o seu email:


Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!