Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quinta-feira, 14 de março de 2013

Posso produzir bebidas vegetais em casa?

O meu filho tem 5 anos e há 2 meses substituí o leite de vaca pelo de aveia. Tenho escolhido os que têm cálcio. Mas li que se pode fazer este leite em casa que além de ser fácil é mais barato. Mas tem os nutrientes suficientes para uma criança tão pequena? Pode dar a sua opinião? Obrigada. (Mãe Ana)

Sobre a sua questão, eu gostaria de lhe dizer o seguinte:

1 - A preparação doméstica destas bebidas para consumo infantil podem representar, na minha opinião, um sério risco de segurança alimentar quer pela vulnerabilidade do consumidor final - crianças - quer pela riqueza em proteína e água que este tipo de alimentos possui e que favorece o desenvolvimento de microrganismos patogénicos, facilmente encontrados nos cereais (como a aveia) e dificilmente controlados no ambiente doméstico.

2 - As bebidas vegetais com  minerais adicionados não apresentam a mesma eficácia nutricional porque estes constituintes nutricionais ao não fazerem parte da matriz alimentar original não serão tão facilmente assimilados pelo organismo. Excepção para a bebida de amêndoa já que este fruto seco é muito rico em cálcio. Portanto, e apesar dos excelentes benefícios da aveia, o consumo de cálcio deve ser incrementado na dieta do filhote, por exemplo, através da promoção do consumo de vegetais de cor verde escura, como o bróculo, o espinafre, a couve galega.

Lembro que a substituição de alimentos de origem animal, como leite, na dieta infantil pode gerar carências alimentares se o objetivo for estabelecer uma dieta vegetariana, sobretudo pela carência em determinados aminoacidos, constituintes das proteinas, não sintetizados pelo organismo e apenas presentes nos alimentos como a carne, peixe, ovos e leite podendo levar a casos de anemia. A complementaridade alimentar é possível mas deve ser acompanhada por profissional especializado em nutrição infantil. 

Em casos de alergia alimentar ou intolerância à lactose, o acompanhamento profissional é também necessário para informar bem a família sobre a análise dos rótulos alimentares e a igual necessidade de diversificar, tanto quanto possível, a dieta da criança recorrendo o mais possível a alimentos não processados.

E como costumo dizer...espero ter ajudado!


Consultora em Segurança Alimentar doméstica
(Mestrado na área da Nutrição Infantil)





Siga BabySol® nas Redes Sociais:
Email



Receba as actualizações do Portal BabySOL®:


Introduza o seu email:


2 comentários:

  1. Obrigada pela mensagem fofa no meu blog!
    O seu é bem interessante, parabéns pelo trabalho.
    Beijosss
    Lívia Costa

    ResponderEliminar
  2. E para o caso de crianças maiores, a partir de 08 anos, quais as melhores bebidas que podemos preparar em casa que são saudáveis e baratas?

    ResponderEliminar

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!