Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Bolachas de Manteiga preparadas em casa - que riscos?

A M. contactou-me com uma questão pertinente muito relacionada com a segurança alimentar a garantir em casa. Partilho hoje no Blog BabySol esperando que possa ajudar outras pessoas, na confeção doméstica...sobretudo de produtos dirigidos ao consumidor infantil!

A minha dúvida prende-se com biscoitos feitos com manteiga e a sua durabilidade/ perigo.

Tenho feito biscoitos com manteiga, mas apesar da sabor não se alterar durante pelo menos 2 semanas após confecção, guardado em frascos, tenho receio que possam  fazer mal, uma vez que  a manteiga deveria ser conservada a 5 graus.
Acha que não se desenvolverão microrganismos nos biscoitos? Qual o tempo máximo que os poderei conservar sem correr perigo.



Resposta (Solange Burri):

Há vários aspectos a focar na sua questão:

1º - "manteiga deve ser conservada a 5 graus": esta indicação é válida exclusivamente para este produto - manteiga. A partir do momento em que o produto é misturado com outros alimentos, neste caso farinha, leite, ovos, etc - e PROCESSADO - a validade e a estabilidade da manteiga altera-se.

2º Produto processado - BISCOITOS DE MANTEIGA

a) o maior perigo de deterioração deste produto, com baixa atividade de água, é a rancificação da gordura e resulta na alteração de sabor. Pode ser provocada pelas condições de armazenamento. Guardado em frascos, preserva o produto por mais tempo.
b) Perigo: é inevitável a presença de microrganismos no produto em causa, se pensarmos apenas na confeção alimentar doméstica, e portanto menos controlada. Contudo, é comum termos microrganismos espalhados no ambiente, no nosso corpo, etc e portanto é inevitável a sua presença. A questão aqui será:

a) Microrganismos não patogénicos: terão que se desenvolver até um nr significativo para causar mal à saude. Exige humidade e calor ameno. A perecibilidade do alimento será evidente e produto será rejeitado, pelo sabor ou aspecto, antes de causar problemas.
b) Microrganismos patogénicos: poderão desenvolver-se se:
1 - estiverem presentes e fruto de: a) contaminação cruzada por outros alimentos; b) ingredientes da receita contaminados.

Por último, e pelas caracteristicas deste produto - bolachas de manteiga - acho que deve utilizar ovos frescos, garantir pequena espessura para assegurar cozedura eficaz da massa e guardar em recipientes hermeticos e, se tem dúvidas, não oferecer a grupos de risco como crianças de tenra idade, idosos e pessoas doentes. consuma nas 2 semanas que refere.

Chamo ainda a atenção para o facto, esquecido atualmente, de que a população deve realmente favorecer alguma exposição perante a contaminação microbiológica circundante de modo a criar alguma imunidade e por conseguinte, robustez imunológica. A exposição versus manutenção do estado de saúde (e alimentação!!)  são questão importantes para a resistência da espécie humana no nosso século.

Portanto, produzir em casa sim, em benefício de uma alimentação nutricionalmente mais controlada, se cuidarmos quantidades de consumo e...qualidade dos ingredientes e sem manuseios, em simultâneo, de alimentos essencialmente crús, como carne, peixe e vegetais. Vamos lá vigiar nossa cozinha, e nossas compras!

E você... o que gostaria de ver aqui abordado? Deixe-nos a sua sugestão.

Leia também:
Posso produzir bebidas vegetais em casa?
Que cuidados ao comprar carne?


Com vista à promoção de uma Alimentação Saudável na Famílias, este artigo tem autorização da autora para ser publicado em sites 

(Mestrado na área da Nutrição Infantil)


Receba as actualizações do Portal BabySOL®:


Introduza o seu email:


Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!