Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Ideias precisam-se! Rubrica das Mães.



Dúvida da Mãe, filha 18 meses:

Acho que preciso de algumas dicas em relação à minha de 18 meses!
A minha filha nunca foi uma criança fácil em termos de alimentação, aos 10 meses chegou ao percentil 50 e desde então tem vindo a decrescer e atualmente está no percentil 5! Já fez análises, colheita de urina, etc etc e está sempre tudo bem. 
Ela DETESTA a sopa, andamos nesta briga desde dos 6 meses de idade! Ela come o essencial para viver (4 colheres de sopa e 5/6 de arroz ou massa e com muitaaaaaaaa distração) e o que passa disso cospe, faz birra, grita, simplesmente não quer. Chegamos ao ponto de eu ter que coloca-lá na creche para ver se lá comeria melhor, o que está a resultar, dizem que ela não come como os outros, mas vai comendo.
Ela é daquelas crianças que fica 5/6/7 horas sem comer e não reclama, pode ficar rabugenta mas se oferto a sopa recusa sempre!!!!
Nas últimas semanas, ela tem comido uma muito boa quantidade de arroz e massa (5 colheres de sopa cheia), a sopa continua a ser o castigo. 
Então, o que pensei? Em vez de lhe dar a tradicional sopa, fazer arroz (e às vezes massa) todos os dias com um legume diferente.. tenho feito de cenoura, ervilhas, apesar dela não gostar de ervilha (mas acho que as vitaminas podem passar para o arroz, não?) e hoje vou experimentar fazer de tomate.. Pretendo fazer também (não sei se fica bom) de courgete, brócolos, beterraba e do que me lembrar mais. Ela não gosta muito de carne e peixe, tenho privilegiado os pratos tipo arroz de frango, massa com frango, arroz de peixe, etc. por causa do sabor.

O que me sugere doutora? O que acha de eu abdicar da "guerra" da sopa e passar a essa estratégia do arroz com um legume? Já não sei mais o que inventar.. 
Ideias, precisam-se.
(Mãe Carolina) 

Resposta da Especialista
Independente da idade da criança em questão, o mais importante é a família assegurar a rotatividade de alimentos de alto valor nutricional, procurando métodos de confecção saudáveis (e seguros) com uma frequência regular que respeite também o prazer na alimentação.

É claro que a sopa tem sempre um papel importante: 
1. É um excelente veículo alimentar de água, fibra, proteína, vitaminas e minerais.
2. Enquanto alimento praticamente consumido quente, tem o papel de ativar a digestão mais rapidamente;
3. Assegurando rapidamente o efeito de saciedade, pelo seu relevante papel nutricional, contribui para desviar da dieta infantil o consumo de outros alimentos, nomeadamente os desfavoráveis (ex. batatas fritas, pizza) ou os favoráveis (consumidos em excesso).
4. Trata-se de um alimento intrínseco à nossa cultura e que faz parte dos hábitos das famílias portuguesas.

Perante isto a minha sugestão é que "não baixe os braços" sobre o consumo da sopa. Inclua este alimento, de forma bem atrativa e variada, na dieta da família para que, gradualmente possa educar a sua menina. Sem pressões, sem opções desinteressantes...combinado?
Claro que oferecer massa e arroz com legumes é uma excelente iniciativa mas que, na minha opinião, deve complementar a ingestão da sopa e nunca contribuir silenciosamente para a sua substituição.
Compreendo perfeitamente a sua dificuldade e deixo-lhe algumas sugestões para ajudar neste processo:
- sopa de melão, canja cremosa, sopa com maçã, creme cenoura bebivel :-) Bora "trocar as voltas" à filhota?
(Solange Burri)

E você... que ideias precisa? Deixe o seu comentário.

Consultora em Segurança Alimentar doméstica

Leia também:



Receba as actualizações do Portal BabySOL®:


Introduza o seu email:


1 comentário:

  1. Bom, o meu filho era igual com a vantagem de mamar, pelo que sempre ficava alimentado. Se comesse uma colher de arroz era muito! Cheguei a eliminar a sopa uma temporada (1 semana talvez) e de facto resultou um pouco.Depois começou a comer melhor fruta (melancia, meloa, bananas) e o segundo, em especial pernas de frango inteiras e sardinhas inteiras! Passado um ano já come um pouco melhor, inclusive brócolos e espinafres na sopa! A escola teve um papel fundamental nesta aprendizagem..

    ResponderEliminar

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!