Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Dúvidas da Mãe: cozinhar a vapor, sim ou não?


Desde a introdução dos sólidos que tenho utilizado uma máquina a vapor, onde confeciono todos os alimentos para o meu filho, desde a carne à fruta, e agora ao peixe. No entanto, verifico que muitas das minhas amigas confecionam os alimentos da forma habitual (ao lume), e todas as receitas que encontro são receitas elaboradas assim. Qual a sua opinião? É de facto mais saudável a cozinha a vapor? Estará o meu filho a perder alguma coisa em termos de sabor, dado que as receitas elaboradas ao lume permitem apurar mais os sabores e colocar outros condimentos? Quando devo deixar a máquina a vapor e cozinhar de forma mais parecida com a do adulto?


- Cozinhar a vapor, independentemente do método ou equipamento utilizado, é sempre um processo culinário que concentra sabor e exige menor teor de sal e até outros temperos (especiarias por exemplo). Por esta razão, vale sempre a pena, e para toda a vida, e para todas as idades, aderir a este modo de preparação culinária.

É verdade quando diz que existe pouca variedade de receitas para cozinhar a vapor...afinal trata-se de cozer alimentos, aquela que é a maneira menos atrativa de processar alimentos...!! Embora a mais saudável!!
Se pensarmos que a variedade na dieta é o melhor fundamento para um estilo de vida saudável então variar os alimentos consumidos ao longo da semana, suas marcas e formas de confeção, então entendemos facilmente que a cozedura a vapor, ainda que seja o método de confeção alimentar mais saudável, deve fazer parte paralela de uma oferta alimentar ampla. Lembre-se que a cozedura a vapor não é tão eficiente em equipamentos elétricos quando se pretende :
a) cozinhar maior quantidade de alimento: o que contraria o interesse em cozinhar simultaneamente para toda a família promovendo assim, e mais rapidamente, a adaptação da criança à dieta familiar;
b) nem todos os alimentos resultam bem na cozedura a vapor podendo levar a restringir um consumo equilibrado e diversificado
É fundamental que a criança esteja facilmente adaptada a uma dieta interessante e diversificada, promovendo assim o seu interesse e, consecutivamente, adaptação social e saúde.

E você... qual a sua experiência em cozinhar a vapor? Deixe o seu comentário.

Consultora em Segurança Alimentar doméstica

Leia também:


Receba as actualizações do Portal BabySOL®:

Introduza o seu email:


1 comentário:

  1. Ótima dica, há alguns meses eu utilizo o cozimento a vapor para legumes.
    A diferença é grande, os alimentos não ficam enxarcados e muito mais firmes.
    Ainda não experimentei fazer carnes, vou fazer uns testes.
    Obrigada pela dica.
    Beijos.

    ResponderEliminar

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!