Tem dúvidas de como deve organizar a alimentação em casa?
Este é um espaço virtual focado na qualidade alimentar que a família deve praticar em casa, nas compras, na creche, na escola, no trabalho.
Aqui encontrará excelentes conselhos de Nutrição e também de Segurança Alimentar a seguir pelo consumidor para si e sobretudo para as suas crianças!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Prazo de validade dos alimentos: o que devo saber?

É do conhecimento geral que a alimentação é importante para a manutenção do organismo e para o prolongamento do bem-estar das pessoas, se a disponibilidade alimentar é adequada em quantidade e em qualidade... Nas sociedades modernas, a oferta alimentar é extremamente alta e corrompe assim, e muito facilmente, os estilos de vida do consumidor ao aliar-se a campanhas de marketing bastante apelativas e cujos preços atrativos tanto aliciam.

No meio de um consumismo desenfreado, em locais de distribuição alimentar repletos de embalagens de alimentos, o consumidor nem sempre tem o cuidado de analisar o rótulo sobretudo quando já fidelizou uma marca/produto que prefere, lhe dá prazer, tem confiança!

A embalagem alimentar- invólucro que acondiciona um género alimentício, processado ou semi-processado - tem vários objetivos para os quais o consumidor deve estar sensibilizado:

- Permitir a segurança do produto alimentar, preservando a sua integridade, e assim prolongar o respectivo estado de qualidade, protegendo assim a saúde do consumidor;
- Assegurar que o produto é preservado nas condições específicas requeridas, antes e depois de aberto, durante o transporte, armazenamento e acondicionamento no local de venda;
- Fornecer informação muito importante para o consumidor: dados de identificação do produtor, lote de produção, informação nutricional, quantidade/embalagem (peso ou volume), lista de ingredientes, prazo de validade,  elementos que pretendem elucidar o consumidor a tomar a decisão mais acertada para as suas necessidades pontuais mas também para agir em caso de reclamação.

Perante a atual conjuntura económica, a sociedade portuguesa deparou-se favoravelmente com a necessidade de reformular a gestão alimentar praticada em casa já que a alimentação representa uma das verbas  com mais peso no orçamento familiar. Assim, o rótulo dos alimentos e, em especial, o prazo de validade dos alimentos tem merecido especial destaque na análise dos rótulos alimentares levando o consumidor a adquirir produtos com maior prazo de validade mas também a interrogar-se, em casa, até que ponto este parâmetro de qualidade pode, seguramente, ser ultrapassado sem oferecer riscos no seu consumo?

Tenha em consideração que existem 2 tipos de denominação aplicada ao prazo de validade dos alimentos:
* "Consumir até..." - prazo de validade que encontrará na embalagem de alimentos muito perecíveis, ou seja, que se estragam com muita facilidade, como por exemplo carne/peixe frescos, leite do dia e iogurtes. Estabelece o prazo limite até quando alimentos desta natureza podem ser consumidos com segurança para o consumidor. Dado que possuem um prazo de validade muito curto, e quase sempre requerem condições específicas de armazenamento (refrigeração), é fundamental que compre apenas na quantidade que entende consumir brevemente. Por uma questão de proteção, e porque o transporte para casa pode provocar oscilações de temperatura,  porque as condições de frio em casa, são por vezes inconstantes, sugere-se que não consuma estes produtos alimentares fora do prazo;

* "Consumir de preferência antes de ..." ou "Consumir de preferência antes do fim de..." - prazo de validade aplicado a alimentos com maior durabilidade como os secos (farinha, arroz, feijão),  enlatados ou com maior resistência biológica (ovos) ou industrial (leite UHT). Procure realizar uma gestão eficiente da sua dispensa para assegurar, dentro do prazo, o consumo destes alimentos.

Saiba também que o prazo de validade dos alimentos indicado no rótulo da embalagem é válido apenas enquanto:
- a embalagem estiver intacta e fechada;
- o produto se encontrar nas condições de armazenamento indicadas, no rótulo, pelo fabricante do produto, e sempre antes de aberta a embalagem.

O consumidor deve ter presente que as condições que preservam o alimento, mesmo antes de abrir a embalagem, podem danificar o produto se forem desrespeitadas. Além disso, depois de aberta a embalagem, o tempo de vida útil do alimento é decrescente e, por conseguinte, o prazo máximo para o seu consumo e as respetivas condições de armazenagem podem ser distintas: consulte o rótulo sobre este assunto!

Durante o período vigente do prazo de validade, o fabricante do produto alimentar assegura a qualidade e segurança do alimento pelo que, caso o consumidor detecte um produto impróprio - com alteração da cor, cheiro, textura, sabor ou que tenha provocado doença -  deve reportar essa ocorrência directamente ao produtor ou mesmo no local onde adquiriu o produto. Preserve sempre a embalagem original que tem informações importantes como o lote e identificação/contacto do produtor. Deste modo, poderá reaver a importância dispendida mas, mais importante do que isso, contribuir assim para a optimização dos processos industriais e minimizar falhas, por vezes que só ocorrem quando o produto alimentar sai da fábrica onde foi produzido.

Evite, tanto quanto possível, aproveitar alimentos fora de prazo, especialmente os que indicam no rótulo "Consumir até...". Adopte novas medidas de poupança na gestão doméstica e na redução do desperdício alimentar:
- Vá às compras com mais regularidade e compre menos de cada vez;
- Consulte o prazo de validade durante a compra e escolha os produtos que têm maior prazo;
- Compre alimentos perecíveis em quantidades ideais apenas para consumo nos próximos dias;
- Arrume frequentemente a sua dispensa e coloque os prazos de validade à vista. Coloque os recém comprados atrás, os mais antigos à frente para serem consumidos primeiro;
- Evite sobrecarregar o frigorífico e o congelador, e mantenha-os sempre bem limpos;
- Limpe regularmente os armários e dispensas. Vigie a segurança da sua cozinha;

Espero ter ajudado. Tem dúvidas? Deite fora o alimento e deixe aqui ose seus comentários, ou testemunho! Obrigada!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente este Blog.
A sua participação irá enriquecê-lo e promover novos conteúdos. Obrigada e...fique por perto!